....

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

A vida que circula nas tuas veias


A vida que circula nas tuas veias
É vida enaltecida
Banhada de marés vivas
Imprudentes
Irreverentes
Que estalam em ondas
De contentes

A vida não é para recordar
Nos teus aniversários
Nos teus natais
E nas tuas mortes…

A vida é para circular nas tuas veias
Todos os dias do teu sorriso
Da tua voz
Da tua lágrima
Dos teus passos errantes
E certeiros
Em beijos que nunca se negaram
E sempre se deram inteiros

Manuela Fonseca

2 comentários:

Mina disse...

A vida é para viver!

Beijinhos

Joana disse...

Adorei :) Beijinhos xxx