....

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Num coração por vencer...


As palavras inúteis
Rasgam-se em futilidades
Colam-se a sorrisos
Mal esgueirados
Infiltrados
E rompem-se
Em pensamentos
Adulterados

Deixam o Homem inseguro
Por vício
Num patamar escuro
Aliado
A arestas por rimar
Sonhos por sonhar
Num coração por vencer...

Manuela Fonseca

2 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Uma farsa dá sempre mau resultado.
Belo poema, como sempre.
Beijinhos.

Pedra disse...

Sempre lindo... visitar-te é sempre um prazer acrescido pelas palavras que escreves e que nos deixas ler.